Director Carlos Rosado de Carvalho

Produção industrial em queda pelo III trimestre consecutivo

Produção industrial em queda pelo III trimestre consecutivo
Foto: Quintiliano dos Santos

A produção e distribuição de electricidade foi o sector que menos cresceu no segundo trimestre deste ano, seguindo da indústria transformadora. Os empresários dizem que a falta de incentivos fiscais e de investimentos estão na base da quebra dos indicadores da produção industrial no País.

A produção industrial em Angola está em recessão pelo terceiro trimestre consecutivo com a produção e distribuição de electricidade e gás a ser o sector mais afectado com a crise que o País vive, revela o Índice de Produção Industrial (IPI) divulgado, na semana passada, pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE) ou seja, quatro meses depois do prazo estabelecido para a sua publicação.

O indicador (IPI) avalia a produção de quatro sectores, no curto prazo, nomeadamente, as indústrias extractiva, transformadora, distribuição de electricidade e captação e distribuição de água.

De acordo com os cálculos do Expansão, com base nos dados do INE, é preciso recuar ao terceiro trimestre de 2017, quando o indicador se fixou nos 3,5%, para encontrar um desempenho positivo na industria em Angola. No lV trimestre de 2016, o sector da indústria atingiu os mínimos dos últimos quatro anos com o indicador a fixar-se nos -6%. (...)

(Leia o artigo integral na edição 502 do Expansão, de sexta-feira, dia 7 de Dezembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i