Governo confirma quarta recessão económica em quatro anos

Governo confirma quarta recessão económica em quatro anos

Depois das recessões de 2016 (-2,6%), de 2017 (-0,1%) e de 2018 (-1,2%), o PIB deverá encerrar 2019 com -1,1%. Esta é a segunda vez que o Governo revê em baixa o crescimento económico para este ano, que continua a ser pressionado pelo mau desempenho do sector petrolífero.

A economia angolana vai cair 1,1% em 2019 face a 2018, a quarta recessão em quatro anos, de acordo com as previsões do Governo inscritas no Programa Macroeconómico Executivo Revisto, apresentadas esta terça-feira a empresários no âmbito de um encontro para debater o Orçamento Geral do Estado para 2020.

"O cenário macroeconómico 2020 foi igualmente preparado tomando em consideração a informação mais actualizada sobre o desempenho recente da actividade económica nacional, prevendo-se para 2019 uma recessão de cerca de 1,1%", refere o documento apresentado a várias associações empresariais, com o subtítulo de "Pressupostos técnicos Macroeconómicos do OGE - Quadro macroeconómico de referência 2020", a que o Expansão teve acesso.

Desta forma, o Governo confirma o cenário de quarta recessão defendida por várias consultoras internacionais e economistas ao longo do ano. Aquando da apresentação do Orçamento Geral do Estado (OGE) 2019, no final de 2018, o Governo começou por prever um crescimento de 2,8% para este ano, alterando, meses depois, com a Revisão ao OGE para 0,4%.

A "culpa" é novamente do PIB petrolífero, que cai 6,1% face a 2018 (ver tabela) e pela quase estagnação do PIB não petrolífero, que terá um crescimento de 0,6% face ao ano anterior.

No Programa Macroeconómico Executivo Revisto apresentado esta semana às associações empresariais, o Governo reviu em baixa a produção de barris de petróleo no País, com uma quebra de 3,1%, passando dos 1.434,7 milhões de barris produzidos por dia previstos no OGE 2019 Revisto para 1.389,4 milhões. Em termos anuais, a produção cai dos 523,7 milhões de barris para 511,5 milhões.

Quanto ao preço de referência, este sobe dos 55 USD inscritos no OGE 2019 Revisto para 63,2 USD. Também a inflação foi revista, com uma previsão de subida para 17,7% em vez dos 15% inscritos no OGE 2019 Revisto (embora o documento em distribuição refira 17,5% como meta do OGE 2019 Revisto) Acresce que o documento do Governo aponta a uma subida da inflação em 2020, para 19,6%, ano em que prevê o regresso do crescimento da economia angolana. (...)


(Leia o artigo integral na edição 546 do Expansão, de sexta-feira, dia 18 de Outubro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i