Sonangol avança com fusões e integrações de empresas do grupo e corta nas chefias

Sonangol avança  com fusões  e integrações de empresas  do grupo  e corta  nas chefias
Foto: D.R.

Fruto do seu plano de regeneração a Petrolífera estatal eliminou 3 comissões executivas, prepara a fusão da Sonangol Pesquisa e Produção e a Sonangol Hidrocarbonetos Internacional. Sete empresas serão integradas em outras já existentes, visando a redução de custos e o aumento da eficiência.

A Sonangol reorganizou as empresas do grupo em seis áreas de negócio e passa a ter menos chefes já que eliminou três órgãos de gestão, ao passar de nove para apenas seis as comissões executivas, reduzindo custos à empresa, apurou o Expansão.

As áreas de negócio da petrolífera estatal, que pretende focar-se no seu core business, passam a ser Exploração e Produção, Refinação e Petroquímica, Gás e Energias Renováveis, Trading e Shipping, Distribuição e Comercialização e a Sonangol Holdings, que vai encarregar-se de gerir os negócios não nucleares da empresa.

De acordo com um documento oficial da petrolífera a que o Expansão teve acesso, já foram nomeados os gestores que vão ficar à frente das comissões executivas da Sonangol, quadros a quem o PCA da Sonangol, Sebastião Pai Querido Gaspar Martins, atribuiu a missão de assegurar as fusões e integrações das empresas das suas áreas de negócio. De acordo com o colaborador do Centro de Investigação Científica da Universidade Católica de Angola, José Oliveira, o facto de o presidente do conselho de administração da Sonangol ter concentrado a gestão das empresas da mesma área de negócios e uma única comissão executiva (ver caixa) indicia que "as fusões e integrações vão acontecer entre as empresas com a mesma natureza e que tenham departamentos com funções similares. Ou seja "estão previstas duas fusões entre as empresas das áreas de Exploração e Produção, bem como da Refinação e Petroquímica".

Outro analista, Patrício Quingongo, defende que embora a Sonangol não o admita no documento, a forma de organização das empresas antecipa a fusão entre a Sonangol Pesquisa e Produção e a Sonangol Hidrocarbonetos internacional. A outra fusão eminente, de acordo com o especialista, é entre a Sonaref e a Sonangol Refinaria de Luanda (Sonarel). Quanto às empresas das restantes áreas de negócio, por terem naturezas diferentes, esperam-se processos de integração entre si.

(Leia o artigo integral na edição 581 do Expansão, de sexta-feira, dia 3 de Julho de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i