Director João Armando

João Lourenço manda cancelar compra de 20 aviões à Boeing e à Bombardier para frota da TAAG

João Lourenço manda cancelar compra de 20 aviões à Boeing e à Bombardier para frota da TAAG
Foto: Quintiliano dos Santos

O cancelamento da compra à constructora canadiana prevê uma penalização de 79 milhões USD por quebra de contrato, segundo fonte ligada à aviação civil, para além de outros danos.

O Presidente da República cancelou a autorização para a compra de 20 aeronaves à Boeing e à Bombardier e, no mesmo despacho, publicado esta terça-feira, 9 de Abril, deu instruções ao ministro dos Transportes, Ricardo Viegas D"Abreu, e ao das Finanças, Archer Mangueira, para dinamizarem esforços junto dos vendedores e financiadores com vista a "reverter todas as operações financeiras realizadas".

João Lourenço instruiu ainda os dois ministros para fazerem tudo para "minimizar os danos financeiros e reputacionais para o Estado angolano", como se lê no ponto 3 do Despacho Presidencial n.º 52/19, de 9 de Abril.

Os dois ministros têm uma tarefa difícil em mãos, tendo em conta que 14 milhões USD já "foram pagos à Bombardier" e a quebra do contrato com a construtora canadiana pressupõe o "pagamento de 40% do valor do contrato", correspondente a 79 milhões USD, como refere ao Expansão fonte da aviação civil.

A decisão de cancelar a compra foi tomada três meses depois de João Lourenço aprovar o plano de reestruturação e modernização da frota de aeronaves da TAAG e autorizar o ministro dos Transportes, com faculdade de subdelegar, a celebrar os contratos de compra e venda dos aparelhos.

No mesmo Despacho Presidencial n.º 12/19, de 14 de Janeiro, que foi revogado na terça-feira, dia 9, João Lourenço autorizava o ministro dos Transportes a negociar o refinanciamento de duas aeronaves Boeing 777-300 ER e, juntamente com o ministro das Finanças, a iniciar negociações com "diferentes financiadores" para assegurar o financiamento necessário. (...)


(Leia o artigo integral na edição 519 do Expansão, de quarta-feira, dia 12 de Abril de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i