BDA financia 900 milhões Kz em projectos agrícolas

BDA financia  900 milhões Kz em projectos agrícolas
Foto: César Magalhães

O Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) disponibilizou, esta semana, 900 milhões Kz para financiar 18 cooperativas agrícolas na província do Huambo, no âmbito do programa de alívio económico para minimizar os efeitos da pandemia da Covid-19, na economia nacional.

Para tal, de acordo com o director provincial do Instituto Nacional de Apoio às Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), Emanuel Kapalandanda, cada cooperativa beneficiou de um financiamento de 50 milhões Kz, cujo prazo de reembolso é de dois anos, com período de carência de seis meses, sendo que a taxa de juros é de 7,5%.

O responsável acrescentou que na província do Huambo estão registadas 263 cooperativas, das quais apenas 18 foram seleccionadas por obedecerem aos critérios de níveis de produção já existentes, infra-estruturas, organização administrativa, bem como uma auditoria da empresa agro-promotora.

"A nossa pretensão é que esta nova experiência sirva de modelo sustentável para garantir o financiamento de outras cooperativas e, pelo nível de organização, garantam a devolução dos valores disponibilizados no prazo estabelecido, numa altura em que as operadoras que vão absorver a sua produção já beneficiaram do financiamento do BDA", disse

O gestor clarificou que o projecto é coordenado pelos ministérios das Finanças e da Economia e Planeamento, com o objectivo de aumentar os níveis de produção na campanha agrícola 2020/2021. E deve beneficiar ainda de assistência técnica do Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA), do INAPEM, bem como dos gabinetes de Desenvolvimento Económico Integrado e da Agricultura.

Já o director provincial do IDA, Vitorino Chonguela, exigiu maior rigor das cooperativas que beneficiaram do financiamento, na gestão dos valores disponibilizados, tendo em conta o aumento dos níveis de produtividade, de modo a influenciar o comércio rural.

A agricultura familiar representa cerca de 90% da produção agrícola e para estimular a produção, o Governo implementou em 2018, o Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI).

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i