Director Carlos Rosado de Carvalho

Estado assumiu 10 mil milhões em dívida da Sonangol

Estado assumiu 10 mil milhões em dívida da Sonangol
Foto: Quintiliano dos Santos

Isabel dos Santos disse que reduziu a dívida da empresa de 14 mil milhões USD em 2015 para 7 mil milhões USD em Junho de 2017. Ministério das Finanças diz que o Estado assumiu 10 mil milhões USD que passou a integrar o stock da dívida pública.

A Sonangol transferiu dívida no valor de 10 mil milhões USD nos dois últimos anos para o stock da dívida governamental, revela uma resposta ao Expansão por parte do Ministério das Finanças.
De acordo com o Ministério, o Estado assumiu a dívida da Sonangol "com o objectivo estratégico de preservar a integridade do cumprimento por parte da Sonangol dos rácios em sede das obrigações estabelecidas nos convénios financeiros. Ou seja, a dívida deixou de ser responsabilidade da empresa e passou a ser do Estado, abrindo a possibilidade da Sonangol voltar a contrair empréstimos.
E a redução da dívida da Sonangol até terá tido efeitos práticos na gestão da empresa. Daí que, aquando da sua exoneração, Isabel dos Santos se tenha referido à abertura de uma nova linha de financiamento de 500 milhões USD com o Afreximbank, um banco com quem a Sonangol não tinha relações comerciais, e o Standard Chartered Bank.
Recorde-se que a empresa pública que continua a ser vista como "a galinha dos ovos de ouro" contraiu empréstimos em bancos internacionais com a garantia do Estado para financiar o Programa Nacional de Habitação, que compreendeu a construção das novas centralidades, aumentando, assim, a dívida directa da petrolífera.

(Leia o artigo na integra na edição 455 do Expansão, de sexta-feira 12 de Janeiro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i