Uganda negoceia moratória e quer mais dívida para linha férrea

Uganda negoceia moratória e quer mais dívida para linha férrea
Foto: D.R.

O Uganda vai pedir aos principais credores, incluindo a China e FMI uma moratória, pelo risco de incumprimento, após a dívida subir 35% num ano, para os 18 mil milhões USD em Dezembro de 2020.

O país recorreu a todo o tipo de linhas de crédito em 2020 para atender às pressões de financiamento desencadeadas pela pandemia. No ano económico que começa em Julho, o país vai usar até 20% das receitas fiscais para pagar as taxas de juro da dívida pública, informou o ministro das Finanças, Matia Kasaija. O país negoceia com a China um empréstimo de 2,2 mil milhões USD para um projecto ferroviário, mas as negociações estão num impasse porque a China exige o reembolso com receitas das vendas do seu petróleo bruto.

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i