Saltar para conteúdo da página

EXPANSÃO - Página Inicial

Angola

Adalberto da Costa Júnior não contesta a derrota mas o número de deputados

Eleições 2022

Em declarações à RTP de Portugal, depois de um encontro esta tarde com o presidente português Marcelo Rebelo de Sousa, o líder da UNITA diz que o seu partido não contesta a derrota mas os resultados provisórios apresentados pela CNE, dizendo que de acordo com as suas contas, obtiveram mais mandatos.

"Nós não estamos a dizer que não reconhecemos a derrota, nós estamos a dizer que não reconhecemos os resultados provisórios que a CNE pôs cá fora", começou por dizer à televisão portuguesa, acrescentando que "nós não temos interpretações, temos provas com actas assinadas que nos conferem mais mandatos".

Mantém a insistência que as actas eleitorais revelam um número diferente daquele que a CNE apresentou, com mais mandatos para a UNITA, e espera que esta possa rever os resultados. "A CNE também não pode desvincular-se daquilo que ela própria produziu, porque as actas que nós temos são as actas assinadas por toda a gente. São documentos formais e por isso em momento algum pode refutar-se a aceitar o resultado do voto".